Cases Parquímetro

Parquímetros em Botucatu

 

Zona Azul em Arcoverde-PE

 

Parquímetro em Piracicaba

 

Zona Azul Digital em Piracicaba

A cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, é mais uma cidade brasileira a contar com o Sistema de Zona Azul Digital com Parquímetros Street da Digicon.  Nesta primeira fase os parquímetros Street atenderão 3.399 vagas, sendo que destas 2.885 no centro da cidade.

 

conv_piracicaba_fnl

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assessoria da Estapar

20 de Outubro de 2011

 

Ao instalar a Zona Azul Digital (ZAD), Piracicaba entrará para o rol das cidades mais modernas do mundo no que diz respeito ao controle de vagas de estacionamento em vias públicas. Além de modernizar o controle do atual sistema de Zona Azul, hoje operado por meio de cartelas de preenchimento, a ZAD é um instrumento da mobilidade urbana, democratizando a ocupação das vagas em vias públicas e estimulando a rotatividade.

O projeto inicial da ZAD em Piracicaba prevê a implantação de 151 parquímetros eletrônicos multivagas para operar 2.501 vagas no Centro, Bairro Alto e Vila Rezende. O sistema também inclui mais 32 vagas destinadas a veículos de idosos (obrigatório uso de tíquete) e 66 vagas para automóveis de pessoas com deficiência (isentas de pagamento de tarifa). Haverá, ainda, 34 vagas destinadas a curtas permanências, denominadas Zona Branca. Nestas vagas é permitido o estacionamento por até 15 minutos, com o pisca alerta do veículo acionado (isento de emissão de tíquete no parquímetro). O projeto também organiza bolsões de estacionamento exclusivo para motocicletas (ao todo 636 vagas).

A ZAD funcionará de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h30, e aos sábados, das 9h às 13h. Tendo como objetivo estimular a rotatividade das vagas – e, assim, democratizar sua ocupação - o período máximo de estacionamento na mesma vaga de Zona Azul é de no máximo 2 horas.

 

A contar da assinatura do contrato, realizada em 1º de setembro, a Estapar tinha o prazo de 150 dias para instalar o novo sistema eletrônico na cidade. Mas a empresa empenhou-se para antecipar o início da operação e, assim, oferecer mais comodidade e facilidade para os piracicabanos estacionarem nas ruas do Centro, Bairro Alto e Vila Rezende. A empresa investirá cerca de R$ 3,2 milhões na instalação da ZAD em Piracicaba.

 

Campanha orientativa

Ainda em outubro, a Estapar já inicia a campanha orientativa com exposição de parquímetros demonstrativos em diversos pontos da cidade e distribuição de folhetos. “O parquímetro tem funcionamento bastante simples e os piracicabanos poderão aproveitar este período para conhecer as normas de utilização e esclarecer suas dúvidas”, salienta Adelcio Antonini, diretor da Estapar.

 

Entre os dias 21 e 23 de outubro, os primeiros 20 equipamentos estarão instalados. A campanha orientativa segue por todo o mês de novembro, contado com monitores da Estapar para demonstrar o funcionamento dos parquímetros e esclarecer eventuais dúvidas da população. O início oficial da Zona Azul Digital na cidade está previsto para 1º de dezembro de 2011.

Mais facilidade e tarifa fracionada.

 

O usuário da Zona Azul Digital de Piracicaba contará com fracionamento da tarifa, a partir de 30 minutos:

30 minutos = R$ 1,00 | 1 hora = R$ 1,50 | 1h30 = R$ 1,75 | 2 horas = R$ 2,00


A partir da tarifa mínima (30 minutos = R$ 1,00) há a possibilidade de fracionamento. No caso de emissão de tíquete com pagamento por meio de cartão recarregável da ZAD, o fracionamento será de 30 minutos em 30 minutos.

 

No caso do usuário optar pelo pagamento por meio de moedas, a partir da tarifa mínima (30 minutos = R$ 1,00) cada R$ 0,05 introduzidos na máquina são convertidos em tempo de estacionamento.

 

O mesmo tíquete pode ser utilizado em qualquer vaga da Zona Azul até o vencimento do horário nele impresso.

 

Empregos

A ZAD deverá gerar 64 novos empregos na cidade, abrindo vagas para orientadores, monitores, gerente, supervisor, assistente administrativo, atendentes, técnico e auxiliar de manutenção e auxiliar de serviços gerais.

 

Sistema On-line

O sistema eletrônico da Zona Azul da Estapar conta com exclusiva tecnologia de transmissão on-line de dados dos parquímetros para o sistema de gerenciamento central. Os parquímetros são equipados com modems e a transmissão de informações utiliza tecnologia de telefonia móvel. Toda e qualquer operação realizada no equipamento gera uma informação, que é registrada e transmitida para o servidor, seguindo protocolos de segurança e integridade (VPN). A informação é gerenciada por software exclusivo e apresentada em mapa georeferenciado.

 

As informações de monitoramento também são transmitidas on-line. Os dados partem dos PDAs (Personal Digital Assistant) utilizados pela equipe para registrar e emitir avisos de cobrança de tarifa nas áreas de estacionamento regulamentado público. O sistema permite, ainda, acompanhamento no mapa de georeferenciado do posicionamento de que cada um dos agentes de monitoramento.

 

 
 

Street em Mauá

Streetmaua
 

Parquímetros já foram instalados em Jaraguá

http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default.jsp?uf=2&local=18&section=Geral&newsID=a3299075.xml

Sistema começa a funcionar no dia 20 e motoristas terão 30 dias para tirar dúvida

ARISTON SAL JUNIOR | Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Cinquenta e dois parquímetros eletrônicos já estão instalados no Centro de Jaraguá do Sul, para o autoatendimento do estacionamento rotativo. O sistema deve começar a funcionar no dia 20, mas os primeiros 30 dias servirão para orientar os motoristas. Serão 52 monitores que auxiliarão os condutores sobre o uso do equipamento. Após este período, começará a cobrança efetiva da ocupação das vagas.

Segundo o gerente da Hora Park, empresa que administra o estacionamento rotativo, Moacir D’Alessandri, o trabalho de implantação do sistema foi dentro do previsto – fim de maio.

— Iniciamos na quinta-feira passada. Como o tempo nos ajudou, conseguimos terminar na quarta à tarde, com a instalação dos dois últimos equipamentos na rua Epitácio Pessoa.

Moacir conta ainda que houve um atraso para o começo da campanha de orientação porque as vagas para monitores não foram preenchidas. Segundo ele, a preferência é a contratação de moradores de Jaraguá do Sul. Ontem de manhã, começou o treinamento com as 18 primeiras candidatas.

— Os monitores não farão somente a fiscalização, mas também vão tirar as dúvidas dos motoristas —, explica o gerente.

O coordenador de trânsito da Prefeitura, José Antônio Schmitt, diz que a implantação do estacionamento rotativo foi um pedido da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e da população.

— Muitas vezes, a pessoa deixava de ir ao Centro com receio de não encontrar uma vaga para estacionar o carro —, conta.

O equipamento eletrônico será operado pelo motorista, sem necessidade de interferência de um funcionário da empresa. Mesmo assim, os monitores estarão com um equipamento portátil para fazer a cobrança do estacionamento, caso o motorista tenha estacionado longe do parquímetro. Esse equipamento também tem a capacidade de fotografar o veículo que estiver irregular. Desta forma, o fiscal terá como provar que o motorista não respeitou o sistema.

O funcionamento do estacionamento rotativo será de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas e no sábado, das 9 às 13 horas.

Saiba mais:

O tempo máximo de permanência na vaga é de duas horas. Depois deste prazo, os motoristas têm de trocar de vaga ou ir a outro local fora do estacionamento cobrado. A proposta é estimular a rotação de veículos.

O motorista pode escolher o pagamento em cartão ou moedas, feito diretamente no equipamento. A hora estacionada custará R$ 1,50. Meia hora será R$ 1. Por duas horas, R$ 2,50.

Fique por dentro

- Veículos conduzidos por pessoas com deficiência física serão cadastrados e receberão um selo para ser colocado no vidro. Serão destinados 3% das vagas específicas para esse tipo de carro e eles não serão cobrados.

- Os parquímetros estarão conectados a uma central que poderá ser controlada pela Prefeitura. Todo o movimento terá este acompanhamento.

- Também haverá a colocação de vagas especiais para idosos em locais perto aos parquímetros para facilitar o deslocamento dessas pessoas até o equipamento. Serão destinados 5% das vagas para os idosos.

- A pessoa que estacionar e não pagar o estacionamento vai receber uma notificação. Ela poderá retirar a notificação pagando o correspondente a hora parada direto no parquímetro. O equipamento emitirá um recibo que deverá ser colocado em suporte indicado na máquina para anular a notificação.

- Motoristas que não pagarem o estacionamento terão prazo de quitar a hora parada até as 18 horas do dia seguinte, sem acréscimo de valor. Se eles não fizerem o pagamento neste prazo, terão de pagar uma multa de R$ 5.

- Em Itajaí, que opera com o modelo semelhante ao implantado em Jaraguá, a taxa de ocupação média varia de 45% a 50% por dia.

- A empresa Hora Park está com vagas abertas para monitores. Os interessados deverão comparecer na rua João Marcatto, 75, sala 2, no Centro, de Jaraguá do Sul. Mais informações: (47) 3372-1471 e 3370-4923.

Fonte: Jornal A Notícia

 

Parquímetro em Jaraguá do Sul - SC

A ordem de serviço para a implantação do Estacionamento Rotativo Digital em Jaraguá do Sul foi assinada pela prefeita Cecília Konell e pelo diretor da Hora Park Sistema de Estacionamento Rotativo Ltda., Adélcio Aparecido Antonini, em cerimônia realizada na tarde desta terça-feira (22), na sala de reuniões da prefeitura jaraguaense. A solenidade também contou com a participação do major Rogério Vonk – representando o 14º Batalhão de Polícia Militar – do presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Wanderlei Passold, e da maioria dos secretários municipais. (Na foto à esquerda, Adélcio Antonini, Cecília Konell e Wanderlei Passold - que também assinou o documento, mas como testemunha).

Implantação: 120 dias

A partir desta terça (22), a Hora Park tem 120 dias para implantar o sistema, mas Adélcio Antonini disse que pretende concluir a implantação em até 90 dias. “Nossa equipe já começou a trabalhar hoje, fazendo um levantamento de engenharia”, informou o diretor, lembrando que a empresa é responsável pela instalação de todos os equipamentos e das sinalizações horizontais e verticais, totalizando um investimento de R$ 1,5 milhão.

Depois de concluída a implantação, haverá um período de 30 dias para adaptação dos usuários, que receberão orientações de monitores a serem contratados pela empresa. “Já no decorrer da estruturação, deveremos ter alguns equipamentos operando em diversos pontos da cidade para demonstração”, adianta Antonini. De acordo com ele, a utilização do parquímetro é simples e o usuário pode operá-lo sem a presença de monitor.

Vagas e taxa de parquímetro:

De 45 a 50 parquímetros (como o da foto à direita) devem ser instalados em 19 ruas do Centro de Jaraguá do Sul para gerenciar cerca de 900 vagas. Deste total, 5% serão destinadas a idosos e 3% a pessoas com deficiência. Os equipamentos funcionarão de segunda a sexta, das 9 às 17 horas, e aos sábados, das 9 às 13 horas. O estacionamento custará R$ 1,50 a hora, sendo que para o tempo de 30 minutos será cobrado R$ 1,00. O parquímetro aceita pagamento com moedas ou o cartão de estacionamento comercializado pela empresa. O cartão é recarregável e poderá ser realimentado na própria máquina.

Contrato de concessão:

O secretário da Administração, Olívio Beltrão Júnior, explica que o contrato de concessão com a Hora Park é de dez anos, período em que a empresa será responsável pela operação, manutenção e gerenciamento do estacionamento rotativo no município jaraguaense. Para explorar este serviço, a concessionária fará um repasse total de R$ 556.250,00 à Prefeitura de Jaraguá do Sul durante a vigência do contrato, da seguinte forma: R$ 100 mil serão pagos no 13º mês de operação; mais R$ 100 mil no 26º mês de operação; a partir do 60º mês, R$ 6.250,00 mensais ou 5% do faturamento bruto da empresa, que será definido pelo maior valor destas duas opções.

Fonte:
Administração : Assinada ordem de serviço para implantação do estacionamento rotativo
Jorge Pedroso
Comunicação
Prefeitura de Jaraguá do Sul
http://portal.jaraguadosul.com.br/modules/news/article.php?storyid=4014

22 de fevereiro de 2011.

 

Parquímetro em Carapicuíba - SP

Como forma de proporcionar estacionamento a quem consome nos comércios da região central, a Prefeitura instalará o estacionamento rotativo a partir do próximo mês

Objetivando organizar a utilização de vias públicas para estacionamento, a Prefeitura de Carapicuíba, através da Secretaria de Transportes e Trânsito, implantará na região central o sistema de estacionamento rotativo, popularmente conhecido como Zona Azul. A instalação dos vinte e quatro parquímetros está sendo realizada, e, de acordo com o cronograma, já entrarão em funcionamento até o dia 1º de dezembro.

Avenidas contempladas:

O sistema atingirá onze avenidas, sete ruas, e quatro travessas próximas ao centro. A partir do próximo mês,quem estacionar seu veículo por meia hora na Avenida Tâmara ou na Rua Antônio Roberto, por exemplo, precisará carregar consigo R$ 0,75, os quais deverão ser depositados no parquímetro mais próximo. Os parquímetros também estarão presentes nas avenidas Av. Rui Barbosa, Antonio Roberto, Sandra Maria, Tâmara, Celeste, Mirian, José Gomes de Souza, Inocêncio Seráfico, entre outras (ver a relação completa abaixo do texto)

Parquímetro: tarifa e cartão

A tarifa mínima será de R$ 0,75, a cada meia hora. Entretanto, os motoristas que desejarem pagar proporcionalmente ao tempo utilizado poderão adquirir um cartão com créditos que será comercializado em vários pontos próximos e também por instrutores, a serviço da empresa concessionária, que ficarão nas proximidades dos parquímetros. Além desse papel, esses instrutores fornecerão ainda aos motoristas usuários informações a respeito do funcionamento do sistema.

A utilização dos estacionamentos sem o devido pagamento implicará em sanções por parte da concessionária e da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). Após o estacionamento, o motorista nessa condição será notificado, e terá cinco minutos para efetuar o pagamento. Depois desse tempo, o usuário terá uma multa de R$ 10, que poderá ser paga no próprio parquímetro. Ignorada a multa, o motorista será autuado por agentes da SMTT.

Horário de funcionamento:

O sistema de estacionamento rotativo funcionará das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, e das 8 às 13 horas, durante os sábados. Nos domingos o estacionamento será liberado. Serviço de carga e descarga não será, porém, prejudicado. Em consenso alcançado após reuniões com a ACE (Associação Comercial de Carapicuíba), foi estabelecido horário gratuito, das 18 às 10 horas, nos locais designados.

Benefícios para a estacionamentos na cidade:

A Zona Azul visa organizar o trânsito e tornar o uso dos estacionamentos em via pública mais justo e democrático. “Acontece às vezes do munícipe se locomover de carro até o centro e deixar seu veículo na rua o dia inteiro, enquanto trabalha. E isso acaba por prejudicar os comerciantes, já que os consumidores não têm onde estacionar. Com o sistema de Zona Azul, as ruas serão ocupadas por curto período, atraindo consumidores ao comércio local, e dinamizando a economia da cidade”, sentenciou Sergio Ribeiro, prefeito de Carapicuíba.

Fonte:

Prefeitura implantará Zona Azul em Carapicuíba
Prefeitura de Carapicuíba
Texto: Helton Alves. Departamento de Comunicação

23 de novembro de 2010.